top of page

Saiba como a neuroarquitetura pode transformar a sua vida

Atualizado: 26 de jun. de 2021

Quem, em plena consciência, não deseja uma mudança impactante na vida? Se for para melhor, todos nós, não é verdade? Fato é que podemos transformar a nossa realidade com mudanças feitas em nossos espaços de convivência. Sim, aquela evolução que tanto almejamos para nós e para nossos semelhantes, está ao nosso alcance. E muito mais perto do que poderíamos imaginar.


Sim, é isso o que diz o conceito de neuroarquitetura, há mais de 10 anos estudado sobretudo nos Estados Unidos, e que agora está se revelando no Brasil. Essa ideia, cada vez mais difundida, une conhecimentos da neurociência e da arquitetura para mostrar que os ambientes têm enorme grau de interferência nas nossas emoções, sentimentos e comportamentos, especialmente em nossa felicidade e bem-estar.


Neuroarquitetura
A Neuroarquitetura traz ambientes amigáveis e agradáveis para a vivência humana - Crédito: Reprodução Office Lovin

Sabe aquela sensação boa ao entrar em contato com um ambiente, seja uma casa ou uma empresa? Ou, na mesma medida, aquele espaço que não inspira boas sensações e o que mais se deseja é se desligar dele o mais depressa possível? Essa é uma boa ilustração do quanto os ambientes impactam em nós, seres humanos, seja de forma positiva ou negativa. E às vezes nem nos damos conta.


Neuroarquitetura: o poder de mudar a realidade aqui e agora

É bem provável que o espaço que faça bem a você tenha sido pensado com muito carinho por profissionais, principalmente arquitetos, para o bem-estar das pessoas. Ou seja, tenha luz natural, o mínimo de contato com a natureza, espaços ergonomicamente corretos, influência das cores entre outros detalhes. Já aquele ambiente que não te fez bem, é possível imaginar que na melhor das hipóteses não tenha recebido o mesmo cuidado no momento da sua concepção.


Faça um teste. Dedique-se, por três dias, a trabalhar ou estudar num lugar com pouca luz, pouco arejado, cheio de móveis espalhados e com a mesa bagunçada. Depois, pelo mesmo período, procure um lugar com bastante luz natural, com boa circulação de ar, mais clean, com influência do verde, da natureza e arrumado. Você vai se surpreender.


Neuroarquitetura

A boa notícia é que, independente do que tenha acontecido no passado, é possível mudar essa realidade aqui e agora. Não é preciso demolir e reconstruir um edifício para tal. Mudando alguns conceitos e incorporando alguns elementos, pode-se transformar os ambientes e, por consequência, a nossa própria realidade. Para melhor, é evidente.


Os impactos positivos da neroarquitetura

Pessoas mais concentradas e focadas são resultado de espaços amplos, com ótima incidência de luz natural e fácil movimentação de pessoas no entorno. Ambientes com essas características fazem significativa diferença na produtividade, já que as pessoas conseguem se concentrar nas tarefas com mais facilidade, tanto nos afazeres domésticos quanto profissionais.



Neuroarquitetura em escritórios
Novos escritórios promovem o bem-estar e a felicidade de seus colaboradores

Caso não tenha essas condições, é possível criar mecanismos para reverter essas situações. Uma dica é trocar a cor da cortina ou pintar alguns elementos da casa, para algo mais claro e suave. Substituir uma parte dos móveis, por peças mais adequadas em tamanhos e cores ao espaço (os arquitetos e decoradores são craques nessa arte) é mais uma possibilidade bem-vinda.


Quando se fala em ambientes corporativos, as cores neutras são sempre uma boa recomendação. Porém, usar cores marcantes em parte dos espaços, numa parede, por exemplo, ou em objetos decorativos, como luminárias ou mesas, geram estímulos positivos nas pessoas. Como se despertasse algo dentro de nós e nos deixasse com a criatividade mais aflorada do que o normal. Porque todos nós somos criativos, o que às vezes falta é simplesmente despertá-la dentro de nós.


Neuroarquitetura Biofilia
Santander CTO - Crédito It's Informov - Paisagismo Vertical Garden

A biofilia como caminho para a neuroarquitetura


Aqui nesse contexto, vale a dica das plantas, que dão um colorido especial e uma boa e única sensação de bem-estar. Nunca é demais lembrar: a ideia de biofilia, ou seja, levar a natureza para próximo do ser humano, é sempre uma excelente escolha para casas ou escritórios. Aliás, tem tudo a ver com a neuroarquitetura, já que pode se revelar um caminho saudável, muito além de estético.


Neuroarquitetura
Biofilia e Neruroarquitetura são pensadas em conjunto

Isso porque as vegetações conectam homens e mulheres com a sua mais pura essência, trazendo mais conforto e qualidade de vida. Paz, harmonia e serenidade são palavras que combinam com biofilia. Um jardim vertical, seja ele natural, preservado ou permanente, ou mesmo vasos e floreiras, podem se encaixar muito bem dentro dessa necessidade e mudar a harmonização de pessoas e ambiente para melhor. Viva as mudanças para o Bem!


 

Outras Matérias que você vai gostar:


 

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page