Dica de Paisagismo: 5 Erros que todo Arquiteto deve evitar em Obra

Atualizado: 10 de Nov de 2018


Errar é parte da condição humana, mas se pudermos evitar os erros melhor, não é verdade? Nesse aspecto, a informação é o melhor caminho. Como especialistas no assunto, queremos auxiliar arquitetos e decoradores nas suas árduas funções do dia a dia. Veja abaixo as 5 dicas de paisagismo que todo Arquiteto deve estar atento para não errar no Projeto.

1. Dica de Paisagismo: Conheça o perfil do seu cliente

Para oferecer as soluções mais apropriadas ao seu cliente, o projeto deve estar bem alinhado ao perfil. Portanto, antes de imaginar ou mesmo esboçar um desenho, você precisa saber exatamente para quem será a sua proposta.

Algumas perguntas básicas podem ajudar, tais como “quais são os hábitos?”, “o local é apropriado?”, “o cliente gosta de cuidar de plantas?”. Saber essas respostas vai te dar um norte importante para a concepção do seu projeto.

2. Coloque o paisagismo como uma prioridade

É comum ouvirmos arquitetos e decoradores dizerem que se esqueceram de incluir plantas e o conceito de paisagismo no projeto. É compreensível, afinal há muita coisa a se pensar, como elétrica, hidráulica, acabamentos, e as plantas acabam ficando em segundo plano.

Assim sendo, quanto antes se pensar no paisagismo, melhor. A sugestão é pensar na distribuição das plantas quando ainda estiver desenhando o projeto. Até porque, convenhamos, plantas bem alocadas podem mudar (e para melhor) qualquer ambiente.

3. Saiba todos os detalhes do ambiente

Aplicar as plantas certas nos lugares certos requer um conhecimento prévio do ambiente. Para o jardim vertical natural, por exemplo, esse aspecto é fundamental, uma vez que as plantas naturais precisam de luz, irrigação e cuidados extras. Portanto, planejamento é essencial.

Caso não tenha analisado o ambiente com cuidado, é possível recorrer a outros tipos de jardim, como o musgo moss, o de plantas preservadas e o de plantas permanentes, que se ajustam com mais facilidade a diversos ambientes. Se quiser saber mais sobre os tipos de jardim vertical, veja esse artigo: Jardins Verticais, tudo o que você precisa saber.

4. Atenção aos diferentes tipos de plantas

Você sabia que algumas espécies de plantas adoram sol pleno e outras vivem melhor na sombra? Isso significa que alocar uma planta fora de seu habitat implicará em sua morte precoce.


Aqui, ressaltamos mais uma vez a importância de analisar o ambiente antes de escolher as plantas. Aproveite e confira esse texto para plantas de apartamentos. E, claro, se precisar de ajuda, é só nos chamar.




5. Atente-se à infraestrutura básica

Implantar um jardim vertical natural depois de pensar o projeto é tarefa das mais complicadas. Porque, neste caso, pontos de água e de dreno são pré-requisitos básicos. Então, antes de tudo, verifique o espaço com atenção.

Se esqueceu dessa infraestrutura para as plantas naturais, não adianta querer sair quebrando tudo ou dar aquele jeitinho. O melhor a fazer é recorrer a outras possibilidades, como citado acima, o musgo moss, plantas preservadas ou permanentes. Com certeza você vai surpreender seu cliente com o resultado.

Então, gostou das dicas? Se você ainda não cometeu nenhum desses erros, muito bem, está de parabéns. Mas, se já deslizou em algum desses pontos, venha conversar com a gente. Queremos tirar as suas dúvidas e auxiliar no seu projeto.

Outros Materiais que você pode se interessar:

Jardim Vertical Natural Plantas para Apartamento: Descubra opções ideais para seu projeto

#DicasPaisagismo #JardimVertical #Paisagismo

BRA: +55 (11) 4873 2188

USA: +1 (786) 991-2661  

 BRA: Rua Colégio Pio XII, 10    – Morumbi – CEP 05657-140 

USA: 323 Sunny Isles BLVD, #708 Sunny Isles Beach, FL- 33160

Vertical Garden 
Bruno Yudy Araki Watanabe – ME
CNPJ: 15.494.532/0001-08

Data estimada de entrega : 20 dias úteis
Politicas da loja

  • Google ícone social Places
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube ícone social
  • Pinterest ícone social
  • Google+ ícone social
  • Facebook Social Icon